Do trágico teatro de Alessandro Zan e Ivan Scalfarotto ao grotesco teatro de Luciana Littizzetto, enquanto anões e dançarinos aplaudem o projeto de lei sobre transomofobia

- notícias Church -

DO TEATRO TRÁGICO DE ALESSANDRO ZAN E IVAN SCALFAROTTO AO TEATRO GROTTESCO DE LUCIANA LITTIZZETTO, ENQUANTO DWARFS E DANÇARINOS PROCLAMAM O DESENHO DA LEI SOBRE TRANSOMOFOBIA

.

Alessandro Cecchi Paone responde a uma entrevista que se declara maçom, a favor do aborto, à eutanásia e homossexualismo, afirmando ao mesmo tempo que "Francisco é um Papa fantástico" e que "tudo mudou com ele". Temos certeza de que Francisco estaria disposto a abençoar a Maçonaria? Certain, a ponto de trovejar que a Maçonaria é incompatível com o catolicismo. Mesmo, estaria disposto a abençoar o aborto? Certain, a ponto de declarar que o aborto equivale a contratar um assassino para matar uma pessoa. Mesmo, eles estariam dispostos a abençoar a prática da homossexualidade? Certain, a ponto de preparar os bispos italianos reunidos em plenário dizendo que na dúvida é melhor desistir da vocação do que correr o risco de admitir um homossexual no seminário.

.

Autor
Ivano Liguori, ofm. Capp.

.

.

 

Artigo incluído na coleção deste ensaio que você pode solicitar clicando na capa

.

.

.

«Você saberá a verdade, ea verdade vos libertará» [GV 8,32],
mas trazer, difundir e defender a verdade não só de
riscos, mas também os custos. Ajude-nos a apoiar esta ilha
com suas ofertas através do sistema seguro PayPal:









ou você pode usar a conta bancária:

a pagar a Editions A ilha de Patmos

IBAN TI 74R0503403259000000301118

SWIFT DO CODICE: BAPPIT21D21
neste caso, envie-nos um aviso de e-mail, porque o banco
Ele não fornece o seu e-mail e nós não poderíamos enviar-lhe um
ação de graças [ isoladipatmos@gmail.com ]

.

.

.

 

.

.

.

.

 

Acerca de pai Ivano

Ivano Liguori Dell'Ordine dei Frati Minori Cappuccini Presbitero e Teologo ( Clique no nome para ler todos os seus artigos )

3 thoughts on "Do trágico teatro de Alessandro Zan e Ivan Scalfarotto ao grotesco teatro de Luciana Littizzetto, enquanto anões e dançarinos aplaudem o projeto de lei sobre transomofobia

  1. Diciamo pure che l’atteggiamento di certi cattolici non fa altro chemandare acquaal mulino dei sostenitori del DDL Zan. Questo voler sguainare le spade per difendere Dio e la famiglia, da novelli crociati. Come se Dio avesse bisogno di essere difeso da noi! “Rimetti la spada nel fodero..dirà Gesù a Pietro. Tutto ciò fa passare i cattolici come persone antipatiche, odiose, frustrate. Non è bandendo nuove crociate che si difende la famiglia. Il sen. Pillon, pur avendo le sue ragioni, risulta veramente odioso. Come scritto dal presbitero Fabio Rosini in un suo libro, se per difenderecose buonesi diventa aggressivi, spocchiosi.. c’è qualcosa che non va.

  2. Obrigado padre ivano, fin che ci saranno bravi pastori come lei, scalfarotti e zan “não praevalebunt”!!!

Os comentários estão fechados