Uma carta memorável do Papa aos Bispos do Chile, vale a pena para que possa ser chamado de "o grande Francesco", quão grande era a Pedro na Via del 'Quo vadis, Domine?»

Memorável CARTA DO SANTO PADRE AOS BISPOS DO CHILE, Merecedores PARA ELE SER CHAMADO "O grande FRANCESCO ', COME GRANDE FU PIETRO SULLA VIA DEL «quo Vadis, dominar

.

Em relação à história de casos de abuso infantil ocorreu no Chile, o Papa escreveu aos bispos desse país: "Quanto a mim, reconheço, e eu quero que você envie-lo fielmente, que cometeram graves erros de julgamento e percepção da situação, em particular, por falta de informações verdadeiras e equilibrada. A partir de agora eu peço desculpas a todos que eu machucar e eu espero que eu possa fazer pessoalmente, nas próximas semanas, nas reuniões que terá com representantes dos entrevistados.

.

Autor
Ariel S. Levi Gualdo.

.

PDF artigo formato de impressão

 

.

TEXTO DA CARTA DO PAPA Francisco I

.

.

Il Sommo Pontefice Francesco I sulla cattedra del Vescovo di Roma

Muitas vezes santidade, ou nenhuma santidade, quando se estuda as virtudes heróicas de um candidato para a beatificação está escondido nas pequenas coisas; Eu acho que posso dizer com alguma’ de experiência modesta, visto che sulle cause dei santi ci lavoro. È infatti dietro le piccole cose, aparentemente insignificante, escondendo o bem maior, ou seja, a santidade, ou o grande mal, ou seja, o Demônio.

.

Durante a Semana Santa que precedeu alguns dias antes do domingo de Páscoa, Crônicas dos Santos Evangelhos ter ouvido a história da negação de Pedro [CF. MC 14, 66-72], e ouvimos ressoar a frase dramática: "E todos os discípulos, Eles abandonaram e fugiram " [CF. MT 26, 56].

.

O Abençoado Apóstolo Pedro Ele também foi para escapar de uma segunda vez, na velhice, desta vez em Roma, lá ele conta a história maravilhosa conhecida como a onde você está indo?? este episódio, contida no Atos de Pedro, Ele diz ao Santíssimo Apóstolo na estrada fuga de Roma, em uma tentativa de escapar das perseguições de Nero. No caminho de fuga, Ele se encontraria em uma visão do Senhor Jesus Cristo. De acordo com este conto Pedro perguntou a Jesus a pergunta: «Domine, onde você está indo ?» [«Senhor, onde você está indo?»]. Il Signore Gesù rispose: «I ir a Roma para ser crucificado, » ["Eu vim a Roma para me crucificar novamente ']. Nesse ponto Peter percebeu que ele não podia correr novamente, mas ele teve que voltar atrás, para enfrentar o martírio.

.

Durante vários séculos, os Papas Eles tinham entre suas roupas diferentes de sapatos vermelhão, cujo significado era profundo e preciso, com todo o respeito a certos de analfabetos La Repubblica que escreveu triunfante: "O sucessor de Bento XVI também renuncia os sapatos Prada» (!?).

.

Prada … você está brincando? Ou, como costuma dizer melhor: possível que a ignorância daqueles que presumir saber não têm os seus próprios limites, homens que nunca senso de decência humana!

.

aqueles sapatos vermelho, que, então, ele estava realmente fechado os chinelos, Eles representaram o martírio de Pedro, recuando na estrada onde você está indo?, Ele foi para seu martírio, arrastado em cadeias para a colina do Vaticano, onde ele chegou com os pés sangrando, per essere infine crocifisso. E, vir para a forca, não se sentir digno de subir para a execução na mesma posição da Palavra de Deus que morreu e ressuscitou, Ele pediu para ser crucificado de cabeça para baixo. Assim, alla fine della sua vita, heroísmo que o levou a aceitar a graça do martírio, também se junta a virtude suprema da humildade.

.

Desde as coisas aparentemente pequenas é, portanto, também reconhece o Papa Francis I, que admitiu publicamente que ele tinha errado na avaliação dos casos dolorosos de pedofilia que abalaram a Igreja Católica no Chile, até chegar a afirmar :

.

"Quanto a mim, reconheço, e eu quero que você envie-lo fielmente, que cometeram graves erros de julgamento e percepção da situação, em particular, por falta de informações verdadeiras e equilibrada. A partir de agora eu peço desculpas a todos que eu machucar e eu espero que eu possa fazer pessoalmente, nas próximas semanas, nas reuniões que terá com representantes dos entrevistados [por favor leia o texto completo da carta, Quem]

.

Della storia della Chiesa si dovrebbe prendere tutto, não só o que importa para exaltar o homem Jorge Mario Bergoglio, ou para quebrar homem tão impiedoso Jorge Mario Bergoglio. Portanto, eu me pergunto e pergunto: certos historiadores particularmente cuidadosas, mas também com razão crítica deste pontificado que merece o seu quinhão de críticas, talvez com a intenção de apresentar Urbi et Orbi anche l’elenco dettagliato dei Sommi Pontefici che hanno pubblicamente ammesso di avere commesso un grave errore? Por querer ser honesto e realista, deve ser dito quantos servos fiéis que, embora totalmente inocentes foram sacrificados para que cairia sobre eles falhas do rei, que, como o rei pode fazer nada errado, Maio! E a lista dessas inocentes sacrificado o pelourinho público, que seria uma longa lista que a Autostrada del Sole, pelo contrário, em vez, Rei da lista em erro, lá?

.

Por exemplo: o Santo Padre João Paulo II ha più volte ammesso che “a Igreja estava errada”, Ele também pediu várias vezes desculpa, mesmo quando determinado pedido de desculpas não era necessário e adequado. Dito isto eu me pergunto e pergunto: risulta forse a qualcuno che costui, in ventisei lunghi anni di pontificato, Ele já declarou publicamente uma vez, por exemplo, em relação ao caso vergonhoso do fundador dos Legionários de Cristo: «… Eles correram para erros graves de julgamento e percepção da situação, em particular, por falta de verdadeira e equilibrada informações »? Eu não tenho nenhuma evidência. Mas, atos, É que ele disse que a Igreja estava errada, pedindo perdão por seus erros demais, e quando foi apropriado e quando não era apropriado. Mas agora você prestar atenção: a Igreja estava errada, ma non ha sbagliato lui, porque não só o rei pode fazer nada errado, mas se você está errado, allora si sacrifica la testa di qualche altro per far ricadere su dei poveri terzi la colpa, vergonha e raiva das pessoas. E si presti attenzione al fatto che stiamo a parlare di santi, que a bênção de Deus são e permanecem modelos de virtude heróica, enquanto nunca ter sido, nem nunca será, os padrões de perfeição.

.

Convido você a refletir sobre esta carta do Papa Francis, ele fez com que algo grandioso, especialmente se considerarmos que induzem um jesuíta e um argentino para admitir um erro, Certamente não é a coisa mais fácil do mundo. Mais uma razão que eu digo: em muitas outras coisas, o Papa pode ter sido causado por terceiros, ou por verdadeiros criminosos e seus arredores ele e tentando circuirlo, para embarcar em expressões infelizes e erradas, mas ninguém, um jesuíta e uma Argentina, Ele pode convencê-lo a admitir publicamente que ele tinha errado. Portanto, Este ato louvável de humildade, É toda a seleção do papa Francis I, da ascrivere come tale a suo totale onore e merito.

.

Isso faz dele, para o caso em questão, um grande autêntica; muito maior nesse do que muitos de seus antecessores Supremo, Também incluído Santos abençoado e Papas, que reconheceu perante o mundo todos os erros históricos, real ou imaginário, a Igreja visível, mas eles nunca admitiu de forma alguma seus erros; e quando eles cometeram erros graves, às vezes grosseiro, eles sempre deixar a culpa recair sobre os inocentes, e hoje são venerados Santíssimo e Santos. E, hanno chiesto perdono per errori veri o presunti commessi dalla Chiesa visibile secoli prima, mas, mentre sotto i loro occhi veniva fatto scempio immane di numerose vite umane di giovani, molti dei quali destinati a rimanere segnati per tutta la vita — sempre in riferimento al discorso senza storici precedenti dei Legionari di Cristo —, il loro silenzio e la loro indifferenza è stata totale, sino a rasentare il vero e proprio cinismo. Quando poi nei loro processi di beatificazione e canonizzazione sono state sollevate serie e pertinenti questioni su certi loro errori, i richiedenti risposta sono stati spesso tacitati ed il discorso chiuso con la frase perentoria: «Il Sommo Pontefice fu ingannato!». O problema, infelizmente, Mas não foi resolvido, porque para ser, esta declaração teria que seguir explicações muito detalhadas: que foi enganado, Quando, como e para que fins. E, disse que esta, talvez você não deve ir além, perché quando l’emotività ed i sentimentalismi effimeri del momento presente e del «Santo subito!» si saranno spenti, la storia rischierà di essere molto severa con certe figure, pelo contrário … terrivelmente grave, e em que momento, non sarà possibile metterci in alcun modo una pezza sopra, perché ci andava messa prima.

.

Amém!

.

Da ilha de Patmos, 12 Abril 2018

.

.

«Você saberá a verdade, ea verdade vos libertará» [GV 8,32],
mas trazer, difundir e defender a verdade não só de
riscos, mas também os custos. Ajude-nos a apoiar esta ilha
com as suas ofertas através do sistema Paypal seguro:



ou você pode usar a conta bancária:
Eram TI 08 (J) 02008 32974 001436620930
neste caso, envie-nos um aviso de e-mail, porque o banco
Ele não fornece o seu e-mail e nós não poderíamos enviar-lhe um
ação de graças [ isoladipatmos@gmail.com ]

.

.

DISPONÍVEL LIVRO DE MASSA DE L'Ilha de Patmos, Quem

.

.

.

.

.

Acerca de isoladipatmos

5 thoughts on "Uma carta memorável do Papa aos Bispos do Chile, vale a pena para que possa ser chamado de "o grande Francesco", quão grande era a Pedro na Via del 'Quo vadis, Domine?»

  1. Salve Padre.
    Mi piace pensare che la sua visione sia quella giusta, per amore della Chiesa e per devozione al Romano Pontefice. Lei dice che, proprio perché gesuita e perché argentino, Francesco è stato spontaneo nel pronunciare quella pubblica ammissione di errore, con le relative scuse. Indubbiamente il fatto è in se lodevole, oltre ad essere meritorio per la Chiesa tutta. Sulla spontaneità sono assolutamente convinto anch’io, mas – e spero che il buon Dio possa perdonarmi per questo pensieronon riesco ad escludere che il Papa possa non aver pronunciato quelle parole in modo disinteressato, ma per calcolo… quem sabe, forse ambendo ad un recupero d’immagine (!?). In fondo ha dato modo di pensare che questo modo di agire non gli è del tutto estraneo, anche tenuto conto che si tratta di un gesuita argentino!
    Spero di sbagliarmi, lei che ne pensa?

  2. Sono stato male informato, è davvero un’esimente ? La prima che fu male informata, sentì dirsi Non morirete, ma sarete come Dei. E trasmise la cattiva informazione.
    Il Papa sceglie con autorità le persone da cui vuole essere informato, prendersela con loro è di nuovo prendersela con gli stracci, ancorché maleodoranti.

    1. Posto che è stato indotto a cadere in errore, o anche ammettendo che sia stato lui, facendo tutto da se stesso, a cadere in errore, che cos’altro avrebbe dovuto fare?

      Se non avesse detto niente, sarebbe stato tacciato sicuramente di superbia e arroganza; dicendo qualche cosa, rischia di fare invece la figura di Eva che fu male informata dal Grande Tentatore.

      ci dica allora in concreto: che cosa avrebbe dovuto fare?

      Tenga poi presente che la storia della Chiesa non comincia col pontificato di Francesco I. O lei pensa che Giovanni XXIII, Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI, erano circondati da stinchi di santo?
      Ma andiamo anche ai pontefici del pre-concilio, per evitare sospetti da parte di certuni: Pio XII, nella seconda fase del suo pontificato, era circondato di gente talmente affidabile, che non nominò neppure un Segretario di Stato. E Pio XI, che in una esplosione d’ira urlò di esserecircondato di serpenti”? E alcuni vescovi di area francese e tedesca, che durante il Concilio Vaticano I, vociferavano che Pio IX fosse un pericoloso malato di mente, sino al punto che qualcuno di essi dette poi vita allo scisma dei vetero-cattolici?

      Immagino che anche lei, como todos nós, avrà udito il Vangelo della Passione durante questa Pasqua, nel quale risuona una frase che si commenta da sé: "Em seguida,, tutti i discepoli abbandonatolo fuggirono» [MT 26, 56]. A questo aggiunga il tradimento di Giuda, per capire che anche il Verbo di Dio, s’era messo intorno stracci maleodoranti.

  3. Il fatto che papa Francesco abbia chiesto ufficialmente scusa nella sua veste diSommo Ponteficedopo che aveva vivacemente difeso le sue scelte davanti ai giornalisti sull’aereo di ritorno dal suo viaggio pastorale esprimendosi in quella circostanza, Se não estou enganado, come un dottore privato, suscita in me non poche perplessità.
    Egli infatti scrive, em “Gaudete et exultate” a n. 170: “È vero che il discernimento spirituale non esclude gli apporti delle sapienze umane, esistenziali, psicológico, sociologiche o morali. Però le trascende. E NEPPURE GLI BASTANO LE SAGGE NORME DELLA CHIESA. Ricordiamo sempre che il discernimento è una grazia. Anche se include la ragione e la prudenza, le supera, perché si tratta di intravedere il mistero del progetto unico e irripetibile che Dio ha per ciascuno e che si realizza in mezzo ai più svariati contesti e limiti.”.
    Questo mi porta ad insinuarsi nella mente il sospetto che il Papa attuale si ritenga infallibile per grazia a prescindere dallesagge norme della Chiesa”.
    Sarò ben lieto se questo mio tarlo verrà soppresso

  4. Certamente è più virtuoso pensare bene, anche se non ci si indovina. Ho posto solo una domanda, E’ davvero un’esimente ? Ne aggiungo un’altra: fa differenza se la fonte dell’informazione cattiva è solo uno straccio, o al contrario una somma autorità ? In Inf. XXVII , Guido da Montefeltro viene male informato da Bonifacio VIII: che può fare, se non fidarsi del Papa ? E ainda, pequeno, come si riscosse ! São (per pura ipotesi di scuola) io che sono nessuno venissi oggi informato dal Papa che linferno non esiste, che cosa potrei dire quando invece mi ci trovassi dentro ? Em conclusão, se parliamo di salvarci ciascuno l’anima sua, è bene che ciascuno di noi verifichi le sue fonti. Se parliamo di politica generale, sia ecclesiastica sia mondana (por exemplo, se parliamo di gas e di bombe) allora mettiamo pure in preventivo che una percentuale molto molto alta di informazioni sono Fake.

Deixe uma resposta